Pular para o conteúdo principal

Síndrome de Guillain-Barré, doença que paralisa todos os membros lota Hospitais do RN

A doença afeta os chamados nervos periféricos, que conectam o cérebro com a medula espinhal, e pode causar a total paralisia do corpo.
No início, era dormência nos dedos das mãos. Em dois dias, o microempresário Cícero Gomes da Silva Neto, de 47 anos, tinha perdido quase todos os movimentos. Ainda dirigiu 30 km entre Jardim de Piranhas, onde vive, e um hospital de Caicó, na região do Seridó, a 275 km de Natal. Foi a enfermeira plantonista que fez o diagnóstico.
Hospital Estadual Walfredo Gurgel
— É Guillain-Barré. Já vi um caso desses — disse para a mulher de Silva Neto, Idaliana.
Uma ambulância o levou ao Hospital Estadual Walfredo Gurgel, principal emergência da capital potiguar. O microempresário ainda falava com dificuldade ao chegar. O médico avisou a família que a situação pioraria: os pulmões foram afetados pela doença paralisante.

Há 20 dias, Silva Neto está na UTI do hospital. Consegue mover os ombros — ganho obtido com fisioterapia. Respira por aparelhos. Está completamente lúcido, mas sem nenhum domínio sobre o corpo. Faz movimentos desordenados para responder perguntas: sim, ainda sente muita dor nos tornozelos; não, o equipamento que o auxilia a respirar não causa desconforto. Balança a cabeça em diferentes direções até a fisioterapeuta intensivista perceber que quer as luzes apagadas sobre o leito, pois a paralisia afetou os nervos ópticos. Não fecha os olhos. Nem ao dormir.
A doença apareceu após os sintomas clássicos de zika — marcas vermelhas no corpo, dores de cabeça, febre.
— Ele pensou que fosse dengue. A família chegou assustada e eu tive de avisar: vai piorar. Quando vocês voltarem amanhã, ele estará entubado. Vai entender o que vocês falarem, mas não vai responder. É assim: piora antes de passar — contou o coordenador da UTI, Alfredo Jardim.
O drama de Silva Neto se mistura ao das emergências públicas superlotadas. No leito quase em frente, uma mulher se agita e o lençol cai, deixando os seios à mostra. Os dois têm sorte de ocupar vaga de UTI. Todos os dias chegam 20 pedidos por um leito de terapia intensiva. O corredor do Walfredo Gurgel está abarrotado de pacientes em macas e cadeiras, esperando internação. O mau cheiro toma conta de todo o ambiente.
Na quarta-feira, um neurologista não pôde fazer a punção de líquor em uma paciente com suspeita de Guillain-Barré porque a mulher estava em uma cadeira. O exame, que consiste em retirar o líquido que percorre a medula espinhal, só poderia ser feito se ela estivesse deitada. O médico chamou o professor Mário Emílio Dourado, da Universidade Federal do Rio Grande do Norte (UFRN), para avaliar a paciente. Não a encontraram mais; estava perdida em meio a dezenas de doentes espalhados pelos corredores. Só no dia seguinte Dourado soube que a moça ocupava o leito 251 da enfermaria.
Aedes 1
Evolução
A Guillain-Barré é desencadeada pela resposta do organismo a uma infecção. Os anticorpos confundem o micróbio com as células do sistema nervoso e as atacam. Na forma clássica, a pessoa perde a sensibilidade de pernas e braços e tem paralisia facial. A insuficiência respiratória ataca 30% dos doentes. Mas há variantes da síndrome: pacientes com fraquezas só nas pernas; outros andam como se estivessem bêbados (desequilíbrio de marcha), com paralisia no nervo ótico e perda dos reflexos; poucos sofrem de sonolência excessiva. Alguns podem ter formas sobrepostas da síndrome. A maioria dos pacientes recupera as funções; 20% ficam com sequelas.

Comentários

Estou a tentar visitar todos os seguidores do Peregrino E Servo, e verifiquei que eu estava a seguir sem foto, por motivo de uma acção do google, tive de voltar a seguir, com outra foto. Aproveito para deixar um fraterno abraço.
António Jesus Batalha.

Postagens mais visitadas deste blog

LINGUAGEM CIBERNÉTICA VOCE SABE O QUE É ISSO?

BLZ traduzindo para a linguagem normal é:beleza, Tdb:tudo bem,xau:tchau,xalalau,Bom FDS:é bom fim de semana, d :é de etc...

As onomatopéias, as gírias, as normas cultas estão passando por uma revolução no mundo atual e se transformando cada vez mais em expressões reduzidas ou subtendidas, na adequação de uma cultura informatizada crescente e globalizada, será que veremos maiores transformações, e modificações na maneira de se comunicar sendo a geração atual composta de modelos diferentes de expressões de sentimentos e emoções , e que os tradutores de blogs se preparem para criarem seus novos sitemas de correção e tradução é a era da revolução da escrita e da expressão mundial, será que haverá uma só linguagem?é ver para crer.Rev.Francisco

LINGUAGEM CIBERNÉTICA
Criada pelos internautas viciados em salas de bate papo, a linguagem cibernética é praticada já há algum tempo na internet. São expressões pouco decifráveis (para os desavisados), que se…

TIPOLOGIA BÍBLICA

SEBEMGE - SEMINÁRIO BATISTA DO ESTADO DE MINAS GERAIS



TRABALHO DE ANÁLISE DO VELHO TESTAMENTO



Os Tipos de Cristo

em Gênesis

Aluno : Anísio Renato de Andrade

Professor : Pr.Nilson

Período : Quinto - Curso : Bacharel em Teologia Ministerial

Data : 30 de maio de 1996 - Local : Belo Horizonte - MG





OS TIPOS DE CRISTO EM GÊNESIS



O QUE É UM TIPO ?



A palavra vem do grego : tipos. Significa molde ou sinal. Aquilo que inspira fé como modelo. Personagem paradigmático.

Os tipos de Cristo são personagens, animais ou objetos, nesse caso, de Gênesis, que possuíram características "messiânicas". Eram profecias vivas,ou visíveis, a respeito de Cristo. Estudando a respeito desses personagens, entendemos um pouco mais sobre o caráter de Jesus e do seu ministério. Tais pessoas e fatos, abordados na seqüência, eram sombras da realidade, que é Cristo.



ADÃO



Este foi o primeiro homem. Talvez não o associássemos à pessoa de Cristo se Paulo não o tivesse feito. O apóstolo traça tal paralelo em Romano…

Pastor afirma que morreu, foi ao céu e falou com Jesus.

O pastor João Carlos Marques (foto), de Porto Alegre (RS), contou em um programa de TV de um colega que morreu e 30 minutos depois ressuscitou. Nesse meio tempo, disse, seu espírito foi ao céu, onde se encontrou com Jesus Cristo. Marques contou que em uma quarta-feira de agosto de 1986, após participar de uma conferência em Belém (Pará), passou mal, mas inicialmente se recusou a ir a um hospital porque acreditava no poder de cura de Jesus. Na conferência, ele tinha falado justamente sobre isso. Seis anos antes, Marques já tinha tido dois derrames. Amigos de Marques acabaram levando-o a um hospital, de onde, segundo ele, seu espírito subiu ao céu por um túnel, não de luz e sim escuro. Disse que “o paraíso é um luxo”, com muito ouro e o que parece ser diamantes. Lá, os espíritos não são homens nem mulheres, “são neutros”, vestem saia e têm a mesma idade, a de Cristo quando ele morreu. Marques contou que Cristo o recebeu no pico de uma montanha. O filho de Deus, disse, tinha cabelos longos e…